A arte da sedução…

Não é lindo quando uma pessoa com baixo poder aquisitivo compra um celular pré-pago com o seu suado dinheirinho e coloca FUNK pra tocar no volume máximo enquanto caminha pela rua? Como se todo mundo apreciasse aquela primazia de composição, com melodia e harmonia únicas, sem contar com a letra, que é um poema doce e sincero sobre a vida e as relações sociais. Quem não gosta, não é mesmo? É uma coisa maravilhosa!

Pois é… ontem, no caminho para casa, sentado no ônibus, ouço aquela melodia inconfundível ecoando de uma dessas fantásticas máquinas, chamadas de celular! Um rapazote, cheio de tiques (balança a cabeça, coça o cabelo, balança o corpo, olha pro lado, tosse, pisca, ri x 100/s) inicia a ópera do subúrbio com o intuito de flertar com “duas” habitantes da comunidade. Pior: elas dão trela, dançando e rindo. Senti um misto de pena e raiva. Sorte que foi apenas uma “música”… e eu não tinha uma navalha.

Anúncios
Esse post foi publicado em Lugar comum e marcado . Guardar link permanente.

2 respostas para A arte da sedução…

  1. Dona Mila disse:

    E olha que você nem é habitué do subúrbio, como eu.
    Talvez por isso não tenha acostumado ainda. 🙂

    Boa sorte hoje!

  2. Priscila disse:

    Isso é o Ó!!!!!!!!!
    Já presenciei algumas vezes…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s